Inflação acelera e atinge de 4,58% no acumulado de 12 meses, diz IBGE

10 Apr 2019

A inflação acelerou em março. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) variou 0,75% no último mês. O resultado representa a maior taxa para março desde 2015. Os dados foram divulgados na manhã desta quarta-feira (10/4). 

 

Com o indicador do mês, a inflação acumulou variação de 1,51% no ano — a maior para o primeiro trimestre de 2016. No acumulado de 12 meses, o índice passou de 3,89% para 4,58%. Ou seja, o IPCA está acima do centro da meta, que é de 4,25%. 

 

O principal vilão deste aumento foi o grupo alimentação, que subiu 1,37%. As altas do tomate (31,84%), da batata-inglesa (21,11%), do feijão-carioca(12,93%) e das frutas (4,26%) contribuíram para o desempenho de expansão do IPCA. 

 

No grupo transportes, após a deflação de 0,34% de fevereiro, o índice aumentou fortemente, em 1,44%. Os combustíveis (3,49%) foram os principais responsáveis pela alta, com a gasolina custando, em média, 2,88% a mais. As passagens aéreas e o ônibus urbano também avançaram 7,29% e 0,90%, respectivamente.

 

O grupo habitação teve variação de 0,25%, com energia elétrica avançando 0,04%. O gás encanado tombou 0,79%. Em Saúde e cuidados pessoais (0,42%), o destaque fica com o item plano de saúde (0,80%).

 

Confira a variação por grupo:

 

Alimentação e bebidas (1,37) 

 

Habitação (0,25%)

 

Artigos de Residência (0,27%)

 

Vestuário (0,45%)

 

Transportes (1,44%)

 

Saúde e Cuidados Pessoais (0,42%)

 

Despesas pessoais (0,16%)

 

Educação (0,32%)

 

Comunicação (-0,22)

 

Fonte: Correio Braziliense

Compartilhe no Facebook
Compartilhe noTwitter
Please reload

Posts Em Destaque

Reunião do Grupo de Estudos de Temas Sindicais

February 6, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo