Smart Energy, GreenBuilding Brasil e ASHRAE destacam a região Sul como pioneira no mercado de construções sustentáveis

14 Nov 2018

 O evento ocorreu em Curitiba e contou com entregas de placas para novas Certificações LEED e palestras sobre novas tecnologias do setores de energia e construções sustentáveis

 

A região Sul do país foi confirmada como pioneira no setor de construções sustentáveis durante a Smart Energy e GreenBuilding Brasil, que pela primeira vez reuniu a 5ª Smart Energy CIEI&EXPO, a 9º GBC Expo Brasil – Greenbuilding Brasil Conferência Internacional & Expo e o Fórum de Eficiência Energética da Ashrae, entre os dias 5 e 7 de novembro, no Salão Principal do Cietep/Fiep, em Curitiba.

 

Os dados apresentados no evento mostram que as construções sustentáveis, certificadas com o Selo LEED, que possui vários níveis de classificação, tiveram um crescimento de 76% na região Sul, desde 2013, o dobro em relação ao resto do país, que foi de 41%. No caso dos edifícios “Zero Energy”, que atesta a autosuficiência em energia do edifício, ou seja, uma extrema eficiência energética e sustentável, o Paraná tem cinco dos seis empreendimentos brasileiros que conquistaram esse selo.

 

“O evento confirmou o Sul como pioneiro no tema, um exemplo de liderança na mudança do mercado da construção no caminho da sustentabilidade para o país. Foram apresentados diversos casos de sucesso de projetos premiados por sua eficiência e sustentabilidade”, destacou Bruno Martinez, presidente do ASHRAE Brasil Chapter e coordenador do Fórum de Eficiência Energética da Ashrae.

 

Com a participação de mais de 100 palestrantes do Brasil, Estados Unidos, Alemanha, Dinamarca e Canadá ocorreram palestras e sessões técnicas, um novo convênio de eficiência energética, entregas de placas de Certificações LEED para empreendimentos paranaenses e a presença de lideranças e empresas de referência do mercado e do poder público.

 

Segundo Felipe Faria, diretor executivo do Green Building Council Brasil (GBC Brasil) e presidente do Comitê dos GBCs das Américas pelo World Green Building Council e coordenador do evento, um dos grandes destaques desta edição foi a grande participação tanto do setor privado quanto do poder público, que entendem a relevância da sustentabilidade para o progresso do Brasil. “Conseguimos envolver um mix de participantes vindos da indústria, de autarquias e poder público e iniciativa privada, verificamos uma maior interação entre essas iniciativas, que não é muito comum em conferências no Brasil, e na medida em que começamos a fazer esses nichos falarem a mesma língua, nós aceleraramos os avanços em todos os setores que envolvem a sustentabilidade”, ressaltou.

 

Um dos espaços mais movimentados foi o Network Garden, que teve grande circulação dos participantes e exposição de empresas de referência no mercado para apresentar seus produtos e serviços. “Tivemos uma ampla interação nesse espaço, com troca de ideias e experiências entre profissionais, pesquisadores, acadêmicos e especilaistas. Também soubemos da realização de algumas parcerias entre expositores, que acabaram identificando oportunidades para trabalhar em conjunto”, revelou Celso Kloss, diretor-superintendente da Paraná Metrologia e coordenador da Conferência Smart Energy.

 

Conteúdo multidisciplinar

 

Durante os três dias de evento, aconteceram mais de 35 apresentações de novas tecnologias, serviços e cases de sucesso de diversos segmentos que compõem o mercado de energias renováveis e construções sustentáveis. 

 

“Foram abordadas variadas temáticas dentro dessa esfera de smart energy e construções sustentáveis, onde diversos segmentos são fundamentais, como da água, energia renovável, eficiência energética, materiais de construção, qualidade interna do ar, entre outros. Houve uma multidisciplinaridade de assuntos com grandes especialistas que têm vasta experiência e realizações no mercado”, observou Felipe Faria. “O resultado superou as expectativas.

 

Eram sempre cinco sessões simultâneas e o público da Conferência, que passou de mil e duzentas pessoas, sempre lotava as salas das palestras, muitas vezes, atingindo a capacidade máxima do local”, apontou Celso Kloss.

 

Os participantes puderam conhecer cases de sucesso na quinta-feira, 8 de novembro, quando ocorreram visitas técnicas a empreendimentos curitibanos com tecnologias sustentáveis e Certificação LEED que se tornaram destaque no setor de construções sustentáveis.

 

Presenças ilustres

 

A palestra de abertura foi um dos pontos altos da Conferência e contou com uma presença ilustre: o juiz federal, Sérgio Moro, em seu primeiro evento logo após ter aceitado o convite para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública do presidente eleito Jair Bolsonaro. Ele falou para uma plateia lotada por empresários, políticos e jornalistas sobre como construir o Brasil que queremos, além de explicar sua decisão em abandonar a magistratura. “Foi uma decisão difícil deixar 22 anos de Magistratura. Aceitar [esse cargo] é a oportunidade de poder avançarmos ao invés de termos retrocessos”, afirmou.

 

O futuro ministro ainda recebeu o prêmio Lifetime Achievement Award, premiação da GBC Brasil e Smart Energy Paraná concedida para personalidades que se destacam em sua área de atuação com atitudes louváveis na busca do desenvolvimento da sociedade. Moro agradeceu ainda o convite e parabenizou os organizadores do evento.

 

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, também esteve presente no evento. Ele, que afirmou ser um defensor das energias renováveis, apresentou projetos de ações para melhor aproveitamento de energia que a prefeitura está promovendo, além de assinar um convênio com representantes da Copel para aumentar a eficiência energética da sede da prefeitura da capital paranaense, no Centro Cívico. “O objetivo é promover o uso eficiente da energia elétrica em nossos prédios municipais por meio de projetos que tenham viabilidade econômica e façam uso de nossos equipamentos e processos”, comentou.

 

Novas Certificações LEED

 

O evento ainda promoveu cerimônias para entrega de placas a empreendimentos paranaenses que obtiveram, recentemente, a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental), selo internacional que atesta a sustentabilidade de um edifício. Os prédios da Uniprime Pioneira do Paraná receberam a Placa LEED Platinum. Já as sedes do escritório De Paola & Panasolo Adivogados, RAC Engenharia, Petinelli e Plasmetal adquiriram a Placa Zero Energy, concedida a empreendimentos que utilizam uma combinação de tecnologias focadas em eficiência energética e a geração de energia por fontes renováveis. Ainda foi entregue a Placa Well para a empresa BR, uma certificação baseada no monitoramento dos impactos dos empreendimentos na saúde e bem-estar de seus ocupantes.

 

A Smart Energy CIEI&EXPO 2018, a 9º GBC Expo Brasil – Greenbuilding Brasil Conferência Internacional & Expo e o Fórum de Eficiência Energética da Ashrae tiveram a liderança do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e apoio na organização da Paraná Metrologia e Agência Esfera.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe noTwitter
Please reload

Posts Em Destaque

Reunião do Grupo de Estudos de Temas Sindicais

February 6, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes